Ponto de situação menos

Aqui estamos, depois de muita agitação e muitos progressos, a refletir sobre o que mais aprendemos e o que ainda esperamos alcançar (o tanto que ainda queremos crescer), tendo como base sobretudo os nossos 2 últimos programas de aceleração.

O que retiramos do passado?
Comecemos pelo bom. Estamos felizes de constatar que o feedback dos participantes tem sido extremamente positivo, salientado sobretudo o pragmatismo da metodologia dos programas, que os leva a avançarem muito em pouco tempo. Por esta razão e por tantas outras, é-nos importante alcançar mais pessoas e por isso teremos que melhorar em termos de estabelecer parcerias com organizações locais que tenham contacto com potenciais interessados. Outra aprendizagem e recomendação que trazemos connosco é apostar ainda mais no apoio tanto online como offline após o termino do programa, para que haja um real acompanhamento do empreendedor que é o que pretendemos.

Onde estamos?
Esta pergunta podia levar-nos a muitos assuntos já que estamos sempre em andamento a realizar programas, estabelecer parcerias, contactar a comunidade, pensar em estratégias.. mas vamos focar-nos no que têm sido os nossos pontos de foco mais recentes.

Sendo a comunidade a nossa grande prioridade hoje e para sempre, estamos concentrados em criar a comunidade maior e mais forte de micro-empreendedores em Portugal. Queremos que se sintam confortáveis a partilhar as suas maiores dores e feitos, as suas dicas e contactos e bons recursos para ultrapassar a solitude de uma atividade que pode ser tão gratificante.

Outro assunto premente é o modelo de receitas do menos para que seja um projeto sustentável que consiga alcançar um maior número de pessoas. A equipa anda a delinear e a testar os melhores modelos para que o nosso impacto seja visível para que consigamos ter um retorno merecido.

Finalmente, também houve uma recente aposta na comunicação através da realização de um vídeo que… bem, terás que ver quando sair, muito brevemente!

Para onde queremos ir?
O menos nada seria sem os enormes sonhos mas sobretudo objetivos concretos (que é que põe um projeto a andar) a que se propõe regularmente. As maiores prioridades para nós de momento são 1) A aposta nos modelos de multiplicação, modelos esses que permitem que qualquer pessoa em qualquer lado usufrua da metodologia menos para apoiar a criação de micro-negócios. Estamos confiantes, já que temos recebido inúmeros pedidos de potenciais multiplicadores, nomeadamente de Moçambique! 2) Fazer com que a nossa plataforma digital alcance o seu potencial para que seja a ferramenta útil com que sonhamos para os nossos beneficiários, sendo o cerne da comunidade de empreendedores, mentores, equipa, entre outros.

O exercício de olharmos para nós mesmos é sempre bom para nos continuarmos a aperfeiçoar, é também uma metodologia que simplifica os planos mais ambiciosos. Porque menos é mais!

Junta-te à nossa newsletter no final da página e siga-nos no Facebook e LinkedIn

Share this post

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on print
Share on email

Junta-te à nossa newsletter

Junta-te à nossa newsletter