Da ideia para o mercado: Susana e o “Lugar Específico”

No Menos sabemos que existem lugares que marcam, alguns deles são mágicos, onde a arte se cruza com a educação, fazendo a sinergia perfeita. Esta é a história de Susana e do Lugar Específico.

Tudo começou em 2018 depois de mais de 15 anos a trabalhar para algumas das mais prestigiadas instituições, como Culturgest, Fundação Calouste Gulbenkian e Museu Berardo. Licenciada em psicologia educacional, Susana viu uma oportunidade surgir quando a loja da qual era arrendatária, ficou sem inquilino. Deparou-se com o espaço vazio, fez algumas remodelações e decidiu abrir ali algo seu. Foi assim que nasceu o Lugar Específico.

Com uma vasta experiência de trabalho em mais de 10 lugares diferentes, sempre ligada à arte, quando abriu as portas a fundadora pensou: “Eu não estou preparada para isto, uma coisa é ter a ideia outra coisa é executar com todos os cuidados que necessita, ainda por cima sozinha”. Foi então, que já com o nome, o espaço e várias ideias, decidiu candidatar-se ao Programa de Ignição do menos.

“Inscrever-me no menos foi muito importante não só para organizar as ideias, pois durante duas semanas tive de “parar” e focar no projeto, como também fui surpreendida pelas trocas enriquecedoras que há a nível de comunidade”. E assim, o Lugar Específico, um lugar onde a arte está lado a lado com a educação, ganhava uma base firme e outros contornos.

As provações foram muitas. Além de estar sozinha no projeto, Susana sabia que a comunidade das artes em Portugal não tinha muita visibilidade. Não existiam muitos mediadores culturais. Mas entre os maiores desafios estiveram sem dúvida o conceptual. Conseguir explicar tudo o que é possível fazer e o que é o Lugar Específico, assim como, enfrentar as ideias pré-estabelecidas de que as atividades são apenas para crianças ou que se tratava de mais um ATL.

Foi de coração cheio que a mentora deste projeto começou a perceber a notoriedade, credibilidade e impacto que o projeto começava a ter. “Este projeto trouxe-me muita liberdade para criar, desenvolver ideias, arriscar mais nas atividades e deu lugar a um espaço informal onde as pessoas se sentem em casa, e onde foi desenvolvida uma relação mais humana e de proximidade”.

Susana acredita num mundo melhor, onde as pessoas consigam desenvolver outros tipos de linguagem além do racional e da lógica. Acredita que as linguagens da dança, pintura, desenho entre outras, possam ser acedidas e utilizadas diariamente. Seja para preparar reuniões, dar aulas ou formações. Sonha com a transformação total na metodologia de ensino e que estudar possa ser prazeroso e lúdico. É possível aprender matemática a dançar, ou português a desenhar de forma natural e para sempre. 

Susana no Lugar Específico
Susana no Lugar Específico

Para isso, a empreendedora já tem vários planos. “Pretendo continuar a fazer parcerias e apoios que permitam levar o Lugar Específico a outro nivel. Seja a nivel artístico ou educativo. Assim como espero que algumas Universidades possam fazer um estudo, avaliar e validar o impacto que a arte tem na aprendizagem”. Faz parte dos planos criar relações Internacionais e trazer influências de fora. Permitir que artistas portugueses que não têm espaço nas grandes instituições possam experimentar fazer coisas. Quem sabe transformar num real laboratório de experiências nesta área. Outra das preocupações é a sustentabilidade do projeto. O objetivo é ser 100% sustentável, reduzindo a pegada ecológica e o desperdício. 

Neste momento, com a estrutura mais firme e já com três colaboradoras, o objetivo é fazer com que o projeto chegue a todas as pessoas, inclusive às que tem menos possibilidades financeiras. Continuar a mostrar que o Lugar Específico, adapta-se às necessidades de cada um e transforma-se quando alguém pensa em algo. É como se fosse uma folha em branco onde pode ser escrito, pintado ou desenhado qualquer coisa. Um lugar onde os olhos brilham, o sorriso desabrocha e o coração bate mais forte. Pois a arte liberta a alma e dá cor à vida e aos pensamentos. Porque “Muitas vezes, para chegarmos onde queremos nem sempre o faremos através do caminho que imaginámos”.

Procura, como a Susana, apoio para a estruturação e crescimento do seu negócio? veja aqui todas as informações sobre o Programa de Ignição e junte-se à comunidade.

* A foto de capa representa a equipa do menos com a Susana, tirada no contexto do Prémio BPI Solidário 2019, do qual o menos foi um dos vencedores

Share this post

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on print
Share on email

Junta-te à nossa newsletter

Junta-te à nossa newsletter

Scroll to Top