Conheça o FoodHub!

Desde o início que tivemos sempre vários negócios focados na indústria alimentar e estes negócios acabam por ter muitas especificidades. Para conseguir trazer soluções adaptadas fizemos esta parceria com o Food Hub Lisbon. Eles têm conhecimento no lançamento de negócios na indústria alimentar e queremos que esse conhecimento chega aos empreendedores e potencie a criação de mais negócios locais.

O FoodHub Lisbon é uma iniciativa para unir todas as ONGs, Startups e Freelancers que trabalham na área de FoodTech num só lugar, em Lisboa. O espaço terá escritórios para cada projeto, espaços comuns para networking e eventos, acesso a mentoria e apoio, e claro uma cafetaria! Portugal tem 1.4 milhões de toneladas de desperdício alimentar por ano, pelo que a organização não podia ser mais premente.

O FoodHub é valioso para qualquer um dos seus clientes, facilitando nomeadamente o acesso a trabalho voluntário e a distribuição de comida em excesso para as organizações que o procurem- afinal, qualquer uma das partes envolvidas está interessada em trabalhar para a sustentabilidade na alimentação! Têm atualmente como parceiros o Impact Hub, a ReFood, o Iternational Trade Center, E4SC entrepreneurs e o CrowdFooding, este último que tem uma plataforma digital de dados sobre as startups mais inovadoras em alimentação do mundo.

Ainda a aguardar pelo espaço físico e todo o material para o mesmo, o FoodHub é ativo no Facebook onde já está a investir no poder da comunidade com partilhas interessantes e divulgações de bons projetos, sempre que possível e está também disponível para cooperar com qualquer pessoa ou organização que esteja interessada.

Também conversámos com o Daniel Lind, o fundador do FoodHub Lisbon, sobre a sua perspetiva da cooperação.

menos: Porque é que a tua organização decidiu trabalhar com o menos?

Daniel: Decidimos trabalhar com o menos porque a nossa missão e objetivos estão alinhados, sendo o nosso criar impacto social e apoiar os menos privilegiados. O menos trabalha exclusivamente com pessoas desempregadas o que é um encaixe perfeito na nossa missão e a colaboração é chave para criar o maior impacto possível.

menos: Quais expectativas tem do acelerador?

Daniel: Esperamos que os empreendedores acabem o programa com as ferramentas de que necessitam, com um modelo de negócio sólido e que ganhem um piloto.

menos: Como é que o menos se enquadra no trabalho da tua organização?

Daniel: Queremos criar parcerias e programas que criem oportunidades iguais para as pessoas. A combinação dos métodos do menos com a nossa especialização em comida é perfeita.

Muito obrigado Daniel pelo teu tempo! Não podíamos estar mais ansiosos pelo programa de aceleração que começa na próxima semana!

Junta-te à nossa newsletter no final da página e siga-nos no Facebook e LinkedIn

Share this post

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on print
Share on email

Junta-te à nossa newsletter

Junta-te à nossa newsletter