A nossa primeira multiplicação menos!

É com enorme orgulho que podemos dizer que demos mais um grande passo para chegar à nossa ambição de sermos acessíveis a todos: realizámos o nosso primeiro programa de aceleração não com a equipa menos, mas com a primeira multiplicadora do menos!

Os programas de aceleração do menos são caracterizados pela sua transversalidade e dão ferramentas aos participantes para se verem livres de custos desnecessários na construção do seu protótipo e de simplificarem o processo para trazerem o seu produto rapidamente para o mercado. Não é de espantar então que qualquer pessoa com experiência, energia, curiosidade e vontade de dar seja adequada para dinamizar os nossos programas em qualquer sítio do país e quem sabe mais tarde, internacionalmente.

O programa multiplicado
Foi a Frederica, sobre a qual já escrevemos um artigo, que estreou a nossa primeira passagem de testemunho e que nos fez sentir confiante quanto ao futuro deste formato. Este programa de aceleração, que decorreu nas duas primeiras semanas de Setembro, recebeu uma boa mistura de empreendedores e foi a fonte de ideias de extrema utilidade para a sociedade, nomeadamente na área da saúde mental.

Interessa saber a perspetiva de quem estava ansioso por este novo formato: o João, fundador do menos.

menos: Como correu o programa?
João: Eu estive no programa na primeira sessão e pude perceber a motivação dos empreendedores e da Frederica e pela nossa experiência, esse é sempre o factor mais importante. Acrescentando a isso, ia tendo contacto constante com a Frederica o que me permitia acompanhar todo o processo. Acho que tudo correu bastante bem mas todo o mérito da Frederica.

menos: Como achas que correu este primeiro teste à multiplicação? Continuarias a investir nele no futuro? João: O programa de multiplicação superou todas as minhas expectativas. Este é um modelo que andamos a trabalhar há muito tempo e vê-lo a ganhar forma, da forma que ganhou, dá-nos uma satisfação tremenda. A Frederica teve a coragem de ser a primeira e os resultados foram visíveis a todos no evento. É, sem dúvida, um modelo em que vamos apostar. Sempre foi e agora temos provas de que funciona.

menos: Que mensagem gostarias de deixar?
João: Estamos cada vez a sentir que temos uma comunidade mais unida e forte e isso é essencial para potenciar um melhor apoio aos empreendedores e mentores. E, a partir de agora, estamos a apostar em força no modelo de multiplicação, estamos em conversações com entidades em vários pontos do país portanto gostava de deixar o convite aberto a individuos ou organizações que acham que possa fazer sentido replicarem um programa na sua comunidade para falarem connosco!

E a Frederica, a multiplicadora.

menos: Como foi ser uma multiplicadora menos?
Frederica: Não podia recomendar mais a experiência! Tive bastante apoio antes e durante o programa, com total disponibilidade do menos para responder a todas as minhas questões e ouvir as minhas sugestões. Culminou com o evento final que foi um momento de partilha muito especial que me marcou.

menos: Como resumirias o programa?
Frederica: O programa do menos foi dos desafios mais recompensadores porque já passei! Foi cansativo, exigente mas um momento de aprendizagem, crescimento, confiança e partilha que não esquecerei.

menos: Qual foi o teu momento preferido neste processo?
Frederica: É difícil escolher momentos preferidos. Todos os momentos em que expliquei algo ou coloquei uma questão e houve um momento a-ha foram especiais! Mas tenho que dizer que o evento final num todo foi talvez o mais marcante pelo trabalho fantástico feito pelos empreendedores, a partilha de tantos outros envolvidos no programa e a oportunidade de partilhar esta experiência com pessoas amigas.

menos: Tens alguma mensagem pessoal que queiras transmitir a partir desta experiência?
Frederica: Que fazer algo que nos apaixona cansa muito, quem diz que não, mente, mas também dá uma energia que nos faz acreditar que podemos tudo!

menos: E alguma crítica/recomendação para o menos?
Frederica: O menos só precisa é de continuar a crescer e a chegar a cada vez mais pessoas. No processo talvez tenha que reajustar algumas coisas mas, agora, nada a apontar!

Evento Final
Como já é hábito e obrigatório, encerramos os nossos programas de aceleração com um Trade Show, que consiste na apresentação das ideias mais votadas ao público, famílias dos participantes, mentores, equipa menos e quaisquer outros interessados, com direito a feedback de um júri externo.


Embora estejamos sempre entusiasmados com este evento, este Trade Show foi especial por ser uma oportunidade para divulgar o programa de multiplicação já posto em prática. Foi exatamente com esse tópico que o João iniciou o evento, seguido de umas palavras da Frederica sobre a sua experiência.

Para além da introdução dos conceitos, este Trade Show também deu uma importância particular à comunidade, que tão importante é para o menos, dando voz aos seus vários representantes: ex-participantes do menos e um mentor, o Wilques Erlacher, que apresentou inclusive os vários tipos de mentoria possíveis, o motivador da claque, o treinador, o elo de ligação e o desafiante, e a sua adequação com empreendedores diferentes.

Quem pisou o palco de seguida foram os empreendedores do programa que apresentaram os negócios mais votados, que passamos a enumerar:

Dayane: um serviço de psicoterapia para migrantes do Brazil e América do Sul que se deparem com problemas de integração.

Cátia & Sara: um programa que capacita crianças em inteligência emocional, e ajuda igualmente os seus pais. As duas já lançaram a Escola do Sentir em Lagos o ano passado e querem trazer o projeto para Lisboa.

Carmen: um conjunto de diferentes terapias, reiki, psico e outras, a preços acessíveis. A Carmen esteve presente no evento a partir de uma chamada Skype por não viver em Lisboa, o que só mostra que quando se quer, nada é tão difícil como parece.

Estes nossos participantes a quem temos de dar os parabéns pelas ideias inspiradoras, sobretudo para a área tantas vezes negligenciada da saúde mental, ganharam todos 100 cartões de negócio seus de 360 imprimir e uma sessão de mentoria com o João.

O júri presente foi composto pelo Henrique, nosso único jurado do último programa, responsável pelo marketing e outras áreas digitais do menos e membro da Neat Growth e o Hernan, que tem experiência com desempregados, inclusão social e desenvolvimento de micronegócios, a quem temos muito que agradecer pela sua excelente primeira contribuição para o menos.

Todos os nossos empreendedores, tendo ou não tido oportunidade de apresentar as suas ideias, são um verdadeiro orgulho para nós, sendo todos entusiastas, trabalhadores e corajosos. Faremos de tudo para os apoiar nesta jornada de sucesso! Estamos felizes portanto que o seu feedback tenha sido positivo.

Estamos já perto do próximo programa de aceleração, que vai decorrer do dia 1 a 12 de outubro e que se vai concentrar em negócios na indústria alimentar. É que queremos ser muitos mais menos pelo mundo!

Junta-te à nossa newsletter no final da página e siga-nos no Facebook e LinkedIn

Share this post

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on print
Share on email

Junta-te à nossa newsletter

Junta-te à nossa newsletter